Salário emocional - chave para a lealdade ao talento

Darryl Bachmeier
Feb 24, 2020
Gestão-de-Recursos-Humanos


Os tempos mudaram e, no caso do local de trabalho, uma dessas mudanças é o impulso das novas gerações de trabalhadores em direção a uma nova maneira de avaliar as compensações que um emprego pode lhes dar.

O salário que os funcionários recebem no final do mês não é mais tão importante se a empresa não oferecer outros tipos de incentivos não econômicos pelos quais vale a pena permanecer na empresa. O tema está soando? Sim, estamos falando de salário emocional.

Qual é exatamente o salário emocional?

O salário emocional é todos os benefícios não monetários que uma empresa oferece a seus funcionários, além do salário no final de cada mês. Ou seja, conseguir que o trabalho cumpra moralmente as expectativas do funcionário de tal maneira que ele veja um futuro estável dentro da empresa e não queira mudar.

Hoje, os trabalhadores procuram mais empregos onde possam trabalhar para viver e não viver para trabalhar.

Estamos diante de gerações que valorizam mais a reconciliação da vida familiar e profissional do que a retribuição econômica sem mais. Por esse motivo, o salário emocional é uma das chaves fundamentais para reter talentos. Mas por que?

A produtividade não é mais algo que se baseia apenas na quantidade de horas que um funcionário gasta na empresa, mas na motivação que o trabalhador tem no momento de realizar seu trabalho. É claro que uma das principais motivações é o dinheiro. No entanto, há muitos que preferem um salário mais apertado em troca de menos horas de trabalho e mais tempo para si. Ou seja, eles preferem motivação emocional.

Todos esses pequenos extras que fazem a maioria trabalhar mais à vontade e de maneira mais produtiva. Estamos diante de um relacionamento empresa - funcionário em que ambos vencem. O objetivo é evitar funcionários piratas, aqueles que estão apenas em seus empregos por causa da oferta econômica e que, mais cedo ou mais tarde, irão para outra empresa porque oferece uma oferta melhor.

Os 6 tipos de salário emocional

Se o que queremos é reter o talento de nossa empresa e deixar nossos funcionários confortáveis ​​em fazer seu trabalho, precisamos saber que tipos de salário emocional podemos oferecer para aumentar sua motivação e comprometimento com a empresa.

  1. Oportunidades de crescimento dentro da empresa

Saber que em uma empresa você pode começar do fundo, mas com o conhecimento de que terá a oportunidade de demonstrar que pode ocupar outras posições mais relevantes, é uma motivação extra. Dessa forma, o trabalhador valorizará um futuro estável em seu trabalho, com a oportunidade de melhorar dia após dia e que esse esforço seja recompensado com novas responsabilidades.

  1. Desenvolvimento pessoal e profissional

Permitir que o trabalhador se desenvolva totalmente pessoal e profissionalmente ajudará você a criar lealdade. Um exemplo de desenvolvimento profissional é o treinamento dentro da própria empresa. O trabalhador quer aprender, expandir seus conhecimentos e melhorar suas habilidades constantemente. Se você o ajudar, ele será mais feliz e mais produtivo.

  1. Bom ambiente de trabalho

Um ambiente de trabalho sem conflitos, no qual todos sabem que seu lugar é um ponto importante quando se trata de lealdade ao talento. Ninguém quer trabalhar em um ambiente hostil em que a equipe de trabalho não compartilhe opiniões ou sugestões.

É importante incentivar o trabalho em equipe e desenvolver uma cultura da empresa, para que o trabalhador se sinta confortável todos os dias em que ele ou ela irá trabalhar.

  1. Cultura e valores da empresa de acordo com os do trabalhador

Essa é uma das maneiras de garantir a associação e permanência dos candidatos na empresa. Sinta que eles fazem parte de algo em que acreditam e, acima de tudo, com o que concordam.

Se, no momento da contratação, você tem em mente os valores e a cultura da sua empresa, você tem muitos números para incorporar o candidato ideal e isso, fique por muito mais tempo. Para fazer isso, você deve saber quem você deseja atrair para sua empresa, ou seja, quem é seu candidato ideal.

  1. Compatibilidade da vida pessoal e profissional

Horários de trabalho flexíveis, dias de folga por problemas médicos, creches nas empresas, dias de férias por objetivos e infinitas opções são alguns dos salários emocionais que ajudarão todos os seus funcionários a viverem melhor. A qualidade de vida é um ponto muito importante na escolha ou permanência no emprego.

  1. Faça parte das decisões da empresa

Quando uma empresa tem a opinião de seus trabalhadores, faz com que se sintam parte de um projeto no qual eles são uma das principais chaves. Pergunte aos seus funcionários, incentive-os a compartilhar propostas e iniciativas. Que eles vejam que sua voz realmente importa nas decisões da empresa. Seja criativo e o talento adora mostrar o que vale a pena. Se você não permitir que eles dêem rédea livre a suas idéias e executem suas próprias iniciativas, eles irão para outra empresa em vez de deixá-los fazer isso.

2020 © Zenbo Services Ltd. All rights reserved.